Aulas de Giriraj Swami em Português

Serviço ao Homem e Serviço a Deus (do livro Watering the seed)

leave a comment »

rettershof1a

Antes de conhecer Srila Prabhupada,  já tinha o desejo de servir a humanidade. Então ouvi  de Srila Prabhupada  sobre a importância do serviço ao Senhor Krsna. Porém, a interrogação manteve-se-Como é que o serviço a Deus se relaciona com o serviço ao homem ?

Em Maio de 1969, depois de uma semana a escutar Srila Prabhupada, tive a oportunidade de lhe colocar essa questão.

Srila prabhupada tinha acabado de concluir a sua aula:

sa vai pumsam paro dharmo

  yato bhaktir adhoksaje

ahaituky apratihata

  yayatma suprasidati

 “Sem realização espiritual,não é possível ter uma mente pacífica. Se quiseres ter paz na mente, paz no mundo, paz na tua sociedade, paz na tua familia, não será possível simplesmente através da acumulação de dinheiro e do avanço material. Mas se te aperfeiçoares um pouco que seja na vida espiritual, imediatamente te tornarás feliz. . . .

“Se tiverem perguntas, podem colocá-las.”

“Falou de serviço ao Senhor Krishna,” perguntei. “ Mas como é que isso se relaciona com o serviço à humanidade?.”

“Porque é que tu e os outros vêm cá?” Srila Prabhupada respondeu. “Não estamos a prestar serviço? Libertar as pessoas da existência material e trazê-los à consciência de Krishna é o melhor serviço.

“O que significa servir? Significa aliviar o sofrimento. E a consciência de Krsna traz o melhor alívio, como se confirma no Bhagavatam [1.2.6]: ‘ O melhor serviço, a melhor religião, a melhor filosofia é aquela que nos ensina a servir a Deus.’ E à medida que a pessoa se aproxima do serviço a Deus, isenta de qualquer motivo, fica imediatamente satisfeita (yayatma suprasidati).

“Com cinco anos de idade, Dhruva Maharaja foi insultado pela sua madrasta. Ele queria o reino de seu pai. Sua mãe aconselhou-o, ´Só Deus pode ajudar-te.´   Dhruva partiu imediatamente para a floresta para encontrar Deus. Mas quando  teve uma visão de Deus, disse, ´Meu Senhor, não desejo nada. Estou plenamente satisfeito. Vim à procura de alguns pedaços de vidro partido mas agora encontrei a jóia mais valiosa.´ Quando descobre a sua relação eterna com Deus, a pessoa sente, ´Não tenho nenhum pedido a fazer.´ Levá-la a ter este sentimento ´Não tenho mais nenhuma exigência, estou plenamente satisfeito´ é o melhor serviço.

O que é isso a que chamamos serviço material? Imagina que estou com fome e tu dás-me de comer; não ficarei com fome de novo? Claro que o movimento da consciência de Krsna também dá de comer. Mas damos alimento para que a pessoa fique satisfeita para sempre. Nem mais fome nem mais exigências. ´Estou plenamente satisfeita´ (svamin krtartho ’smi). ´Não tenho mais nada a pedir´ (varam na yace). É simplesmente uma ilusão pensar que podemos satisfazer a nossa fome materialmente. América é materialmente avançada mas, estão satisfeitos? Existem tantos jovens frustrados, hippies. Porém, as pessoas desavergonhadas pensam, ´Se nos tornarmos tão ricos como a América, seremos felizes.´ Através de arranjos materiais, nunca seremos felizes.

“Verdadeira felicidade manifesta-se quando aprendemos a amar a Deus, e isso pode ser alcançado sem melhorias materiais. Onde quer que estejamos, em qualquer condição de vida, podemos simplesmente cantar Hare Krsna e desenvolver tal amor. Então,  poderemos dizer, ´Agora estou plenamente satisfeito. Não quero nada mais. Não mais roubar, nem meter mais as mãos nos bolsos dos outros, nem mais enganar. Como não tenho nenhum desejo, porque terei que enganar?´ ”

As palavras de Srila Prabhupada entraram profundamente no meu coração. Apesar de estar orgulhoso da minha honestidade, tinha uma debilidade. Tinha desenvolvido o hábito de tirar coisas das lojas, subtraindo pequeninas coisas de aqui e de acolá. Mas a afirmação de Srila Prabhupada “não roubar mais” fez-me realizar o quão verdadeiramente desqualificado era-e como poderia ser salvo pela consciência de Krsna.

yam labdhva caparam labham

  manyate nadhikam tatah

yasmin sthito na duhkhena

  gurunapi vicalyate

Srila Prabhupada continuou, “Talvez conheças a história.  Uma pessoa santa  estava sentada num lugar solitário, quase nua. Alexandre o Grande perguntou-lhe, ´Posso fazer alguma coisa por ti?´ Ela respondeu, ´Por favor desvia-te. Estás a fazer sombra. Isso é tudo.´ Que poderia fazer Alexandre o Grande a uma pessoa que estava plenamente satisfeita?

yam labdhva caparam labham

  manyate nadhikam tatah

yasmin sthito na duhkhena

  gurunapi vicalyate

Encontrarás no Bhagavad-gita [6.22] que  se uma pessoa está situada na posição transcendental, não tem mais nenhuma exigência e não se perturba mesmo na maior das dificuldades. Isto é vida-estar satisfeita em todas as circunstâncias. E esta paz só pode ser alcançada através da consciência de Krsna.”

Fiquei satisfeito. Não havia necessidade de procurar mais. Srila Prabhupada podia responder a qualquer pergunta.

A única maneira de permanecer em paz e feliz na vida, era seguir Srila Prabhupada e tornar-me consciente de Krsna. E a melhor maneira de servir os outros era dar-lhes consciência de Krsna.

Srila Prabhupada tinha mostrado o caminho perfeitamente. Agora, só tinha que o seguir.

Anúncios

Written by nityananda108

Julho 10, 2013 às 4:27 pm

Publicado em Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: